Home » Vitaminas » Vitamina B10

Vitamina B10

Definição?

È conhecida como ácido fólico, derivado da palavra latina folium, que significa folha, devido ao fato das folhas verdes produzirem ácido fólico. Também é conhecida como vitamina B9, B11. A anemia megaloblástica está ligada a falta de ácido fólico e falta de células brancas no sangue.

Funções da Vitamina B10 no organismo?

  • Desempenha importante papel no metabolismo – síntese e decomposição do fibrinogênio, que está envolvido na coagulação do sangue;
  • É parte fundamental na divisão do DNA – contribui para uma boa formação do feto durante a gravidez;
  • Inibi alguns tipos de câncer em conjunto com a vitamina C;
  • Atua na síntese de aminoácido e previne contra anemia macrócita;
  • Atua na regeneração celular e produção de células vermelhas do sangue;
  • Melhora a amamentação, contribui no combate a intoxicação alimentar e combate parasitas intestinais;
  • Em conjunto com o ácido para aminobenzóico (PABA) mantem os cabelo saudáveis e a pele, e em conjunto com a vitamina B5 combate a perda da pigmentação dos cabelos.

Quantidades diárias recomendadas?

A quantidade necessária ao nosso organismo é medida em mcg, sendo recomendada:

  • Para crianças com até 06 meses de idade, 30 mcg;
  • Crianças com até 01 anos de idade, 45 mcg;
  • Crianças de até 03 nos de idade, 100 mcg;
  • Adultos varia entre 400 e 500 mcg (conforme condição física e com fatore como gravidez, anemia, uso de medicamentos, etc);

Quais os alimentos que encontramos vitamina B10?

Todos os vegetais folhosos, espinafre cru, gão de bico, semente de girassol, feijão, castanha, grão de bico seco, amêndoas, farinha de soja, farinha de trigo, levedura de tórula, germe de trigo, levedura de cerveja seca, fígado.

Carência?

  • Poderá provocar anemia macrócita, retardo no crescimento, problemas digestivos, náusea, diarreia, infecções na língua, perda de pigmentação no cabelo, depressão, problemas mentais, falta de apetite, fadiga, problemas de pele, convulsões.

Obs: existe uma pequena quantidade de ácido fólico no leite materno e no leite de vaca.

Leia Também


Sobre: Maria Clara

Consultora em Alimentação e Nutrição - Graduada pela universidade Federal do Ceará - UFC. Bacharela em Saúde - Universidade federal da Bahia - UFBA

Gostou deste artigo??? Então torne-se fã do MC Nutrir no Facebook!!!


  1. maria luisa disse:

    chato demais


Deixe seu comenário