Home » Dietas » Uso do óleo de amendoim em dietas

Uso do óleo de amendoim em dietas

O amendoim é considerado o alimento mais  completo em nutrientes: carboidratos, vitaminas, lipídeos, proteínas, sais minerais. 30 gramas de amendoim fornece o equivalente a 14% das recomendações diárias de proteína e 25% de vitamina E. Causa sensação de saciedade, sendo utilizado em tratamento de obesidade e para dietas com baixo teor calórico, uma vez que a gordura presente em sua composição é poli-insaturada (benéfica á saúde), os ácido graxo presentes são solúvel em água e serve de transporte para a vitamina E, apresentando assim, baixo índice calórico.

Quais vitaminas que estão presente no amendoim?

Vitamina B1, Ácido Pantotênico, Niacina (desempenha papel importante no sistema nervoso);
Ácido Fólico, (fundamental para funções sanguíneas e hepáticas);
• Vitamina E , (importante para produção dos hormônios sexuais, responsáveis pelos características sexuais);

Sais minerais?

• Fósforo (atua nos mecanismos de memória);
• Potássio (atua na passagem das informações nervosas);
• Zinco (possui função antioxidante);

É um alimento com propriedades antioxidantes, combate o envelhecimento precose, possui ação anti inflamátoria, protegendo os vasos sanguíneos, atua também no combate ao enfraquecimento das unhas e cabelo, e suplementação proteica.

Por apresentar maior quantidade de gorduras monoinsaturadas seu consumo está relacionado à diminuição dos níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue, sem prejudicar os níveis do colesterol bom.

Óleo de amendoim?

O óleo de amendoim vem sendo utilizado há algum tempo como protetor da pele, além das propriedades nutricionais citadas acima, ele é de facilmente digerido pelo no estômago. É recomendado no tratamento de problemas digestivos, prevenção de tumores e fortalecimento muscular.

Utilização do óleo de amendoim?

É bastante utilizado na culinária, em pratos especiais, saladas e dietas alimentares, principalmente em tratamento de obesidade, combate ao colesterol ruim e diminui os riscos de problemas cardiovasculares. Tem aplicação também na indústria alimentícia, farmacêutica e cosmética. Aparte que não passa pelo processo de refinamento é utilizado: como combustível, lubrificante e fabricação de sabões finos.

Leia Também


Sobre: Maria Clara

Consultora em Alimentação e Nutrição - Graduada pela universidade Federal do Ceará - UFC. Bacharela em Saúde - Universidade federal da Bahia - UFBA

Gostou deste artigo??? Então torne-se fã do MC Nutrir no Facebook!!!



Deixe seu comenário