Home » Dicas de Saúde » A poderosa vitamina P

A poderosa vitamina P

Conheça mais sobre os Bioflavonóides – matéria exclusiva na revista suplementação ano 06, nº 26

Os Bioflavonóides são metabólitos secundários hidrossolúveis presentes nos vegetais, os quais dão cor ao caule, às cascas, folhas, flores, frutos, raízes e sementes das plantas, e que protegem o organismo contra a ação dos agentes oxidantes, desempenhando diversos efeitos terapêuticos que resultam na diminuição de doenças relacionadas com o estresse oxidativo. Também é conhecido como vitamina P, sendo vasta sua variedade na natureza dividido em vários subgrupos (Flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas, etc.). Dentre a variedade de bioflavonóides existentes na natureza, destacam-se, devido à sua atividade biológica: a Quercetina, Rutina, hesperidina, Catequina, Antocianina, Esculina, Citrina, Naranjina e Limoneno.

Sua absorção ocorre associado a Vitamina C, seu armazenamento no organismo é pequeno, e sua eliminação ocorre pelo suor e urina.
Nosso organismo não é capaz de produzir essas substancias, fazendo-se necessário a ingestão através dos alimentos, mas também são encontrados em remédios fitoterápicos e suplementos.
As principais fontes alimentares são: o própolis, a camada branca das, a camada branca que fica abaixo das cascas das frutas cítricas, na parte carnuda das pimentas onde ficam as sementes, pimentões, ameixa, cereja, morango, damasco, uva, trigo mouro, mamão, ginkgo biloba, toranja, groselha, amora, rosehips.

Suas principais propriedades são: anestésica (aliviam dores típicas de desportistas), antialégica, antiespasmódica (combate contrações musculares), previne hematomas, e hemorragias, antiinflamatória, antiviral, imunomoduladora (inibe ou estimula o sistema imunológico conforme a necessidade), combate a câimbras, fortalecimento dos vasos sanguíneos, tratamento de hemorroidas, menopausa, varizes, asma, catarata, colesterol alto, auxiliam no combate ao câncer, doença de Parkinson, arteriosclerose, previne lesões e microtraumas (sendo fundamental para preparação de atletas), entre outros.
A dose de bioflavonóides diária recomendada para adultos é de 500 mg e para crianças é de 100 mg. Faz-se necessário ter bons hábitos de saúde para manter o bom funcionamento do organismo.
Rutina, hesperidina e citrina, ambas são consideradas bioflavonóides antioxidantes, são as substâncias mais ativas biologicamente no organismo. Os três são de fundamental importância para o bom funcionamento do corpo, devendo ser consumidos regularmente na alimentação;

Rutina: ajuda o corpo a utilizar a vitamina C e a produzir colágeno. É encontrada no chá preto, no farelo de trigo, maçã e citrinos, também é possível encontrar em forma de cápsula ou comprimidos. Pode ser utilizada no tratamento de hemorroidas, hipertensão, arteriosclerose, colesterol alto.

Hesperidina: é responsável em melhorar a saúde das células presentes nos vasos sanguíneos, evitando obstruções arterial, ataques cardíacos e infartos. Está presente na laranja, no vinho, na uva, chá verde e chocolate meio amargo. No entanto, deve-se ter cuidado com a ingestão excessiva de chocolate e vinho, para que não venha causar inconvenientes como obesidade e dependência alcoólica.

Citrina: Fortalece os capilares e regula a permeabilidade, atuando no combate ao câncer doenças cardíacas. É encontrado na parte branca que fica a baixo da casca das frutas cítricas.
A tabela a baixo mostra os grupos de bioflavonóides, seus componentes individuais e fontes de alimentos.

Tabela: Grupos de bioflavonóides, seus componentes individuais e fontes de alimentos.

Grupos

Componentes

Fonte alimentar

Flavonas

Apigenina

Chrisina

Kaempferol

Luteolina

Miricetina

Rutina

Sibelina

Quercetina

Casca de maçã

Cerejas

Brócolis

Pele de frutas

Cranberries

Uvas

Alface

Oliva

Alho

Flavononas

Butin

Citrina

Eriondictol

Fisetina

Hesperetina

Hesperidina

homoeriodctyol

Narigina

Narigenina

Taxifolina

Pinocembrina

Poncirin

Sakuranin

Sterubin

Frutas cítricas

Peles de frutas cítricas

Catequinas

Cianidina

Delfinidina

Malvidina

Pelargonidina

Peonidina

Petunidina

Cereja

Uvas

Raspberries

Uvas vermelhas

Cacau

Morangos

Chá

Peles de frutas com pigmentos escuros - (Ex: açaí)

Fonte: uma Adaptação de Nijveldt, 2001.

Leia Também


Sobre: Maria Clara

Consultora em Alimentação e Nutrição - Graduada pela universidade Federal do Ceará - UFC. Bacharela em Saúde - Universidade federal da Bahia - UFBA

Gostou deste artigo??? Então torne-se fã do MC Nutrir no Facebook!!!



Deixe seu comenário